Cosméticos para Alérgicos

O que significam aqueles nomes estranhos escritos em letra minúscula na parte de trás das embalagens sedutoras dos cosméticos?

Muitos desses ingredientes perigosos nem aparecem nos rótulos porque são subprodutos ou estão escondidos pelos misteriosos apelidos: fragrância, perfume e aroma – misturas secretas e protegidas por lei que, segundo o Instituto de Pesquisa de Fragrância (RIFM), podem ser realizadas com cerca de 2.300 ingredientes.

É tão difícil reduzir a uma sujeira! Nos chocamos ao descobrir que a indústria nos Estados Unidos e em qualquer outro lugar é essencialmente não regulamentada, que as empresas não têm que responder a ninguém ou a apresentar dados que comprovem que seus produtos são seguros. Também nos assustamos ao saber que elas usam agentes cancerígenos conhecidos, desreguladores endócrinos, coisas que não precisamos em nossos produtos de beleza.

As autoras fazem uma compilação de ingredientes perigosos* no livro, veja alguns:

 

O que No rótulo aparece como Onde é encontrado Efeitos
1,4 dioxane Subproduto. Pode estar associado a PEG, polyethylene e sodium laureth sulfate Relaxante capilar, tintura de cabelo, xampu, bronzeador, loção corporal e cremes de rosto Cancerígeno em animais; Inalação e contato com a pele pode afetar rins
Sais de Alumínio Aluminum chloride ou chlorohydrate, hydroxobromide e zirconium Desodorante antitranspirante Neurotoxina suspeita de estar relacionada a Alzheimer e câncer de mama
Protetor solar químico Alguns listados como Padimate-O, PABA, benzophenone, oxybenzone, homosalate, octyl-methoxynnamate, octinoxate Filtro solar e creme e maquiagem com FPS Suspeitos de causar câncer, desordem endócria e hormonal
Coal tar (Pixe) Coal tar, mas pode não aparecer em tinturas Produtos anticaspa e seborréia, tinta de cabelo. Em algumas pastas de dente e enxaguantes bucais Câncerígeno em altas doses e irritante de olhos
Ethanolamine (ETA) e derivados DEA, TEA e MEA Tem muitos nomes que acompanham as abreviaturas: ETA, DEA, TEA e MEA Produtos que fazem espuma, xampu, sabonete, tintura de cabelo e outros Foram relacionados ao câncer e má formação cerebral em filhotes de rato
Fragrância Fragrância, perfume, aroma Praticamente que tem cheiro, de detergente a desodorante São desconhecidos, alguns foram relatados como neurotoxinas, agentes alergenos, e irritantes e se acumulam no corpo
Formaldeído (Formaldehyde) DMDM hydradoin, quaternium-15, diazolidinyl ou imidazolinyl urea, cormalin e formic aldehyde com variações methanal e oxymethane Esmalte, antitranspirante, maquiagem, espuma de banho, xampu, loção de bebê, escova progressiva, tintura, e tratamento para crescimento capilar Considerado cancerígeno pela Agência Internacional de Pesquisa de Câncer (IARC). Tóxico para os sistema imunológico e fígado, irritante.
Hydroquinone Hydroquinone e variações de 1,4- benzeno (benzene) Clareador de pele, filtro solar, creme anti-idade e tratamento de unha Pesquisas relacionaram ao câncer. A ingestão de menos de 5 g provocou morte
Chumbo e mercúrio Thimerosal e variações, mas geralmente não aparece Em 2009 a FDA encontrou chumbo em todos os batons que testou. Pode aparecer em tinta de cabelo, rímel e maquiagem de olho Metais tóxicos. Problemas cerebrais e renais, depressão, comportamento agressivo e tremores
Phthalate (ftalatos) Fragrância, tudo que tem “phthalate” no nome, 1,2 – benzenedicarboxilate, DEHP, DMP, DEP e variações Muitas fragrâncias contém, esmalte, cola de cílios postiços,spray de cabelo e loções Desregulador hormonal, tóxico para fetos e má formação de meninos. Suspeito de causar câncer, endometriose e ovário policístico

 

Fonte: Revista Galileu –  Jornalistas Americanas Siobhan O’Connor e Alexandra Spunt – Livro “No More Dirty Looks”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *