Alergia ao Látex

Texto original elaborado pela

American Academy of Allergy, Asthma and Immunology (AAAAI).

A alergia às proteínas da borracha de látex natural despertou um interesse significativo na década de 1980. Supõe-se que o aumento da alergia ao látex está relacionado com o uso excessivo das luvas de látex em virtude das medidas de precaução de infecções que foram instituídas na área de saúde, e as mudanças nos processos de fabricação desses produtos. Em algumas pessoas a reação pode ser bastante severa e deve ser tratada imediatamente.

luva_latex

O que é látex?

O látex é um líquido leitoso produzido pelas árvores de borracha (havea brasiliensis). Usando métodos de fabricação diferentes, o látex pode ser usado em uma grande variedade de produtos, como luvas e balões. Durante a fabricação destes produtos, agentes químicos são adicionados para aumentar a velocidade de secagem (vulcanização) e para proteger a borracha do oxigênio do ar.

São empregados diferentes processos de fabricação para produtos feitos de misturas da borracha de látex natural com outros compostos. Nota-se que as reações alérgicas ocorrem mais freqüentemente quando o produto é mergulhado no látex desde o início do processo de fabricação, como por exemplo, luvas, balões e preservativos.

Mais raramente, as pessoas que são alérgicas ao látex podem também reagir aos elásticos, borrachas, peças de borracha dos brinquedos, vários componentes de borracha em dispositivos médicos, elástico de borracha na roupa, ou bicos de alimentação e chupetas. Produtos moldados de borracha dura, como solas de sapatos, apresentam menor probabilidade de causar reações. Quase todas as tintas a base de látex não apresentam problemas pois não contêm borracha de látex natural.

Tipos de reações alérgicas

Há dois tipos de reações alérgicas ao látex. O primeiro é a dermatite de contato de efeito retardado, que aparece 12-36 horas após o contato com um produto de látex. Geralmente ocorre nas mãos de pessoas que usam luvas de látex, mas pode aparecer também em outras partes do corpo em contato com produtos de borracha. A incidência desta forma de alergia ao látex não parece estar aumentando. A dermatite de contato é geralmente o resultado de sensibilizações aos produtos químicos que são adicionados durante o processamento da borracha. Ainda que muito irritante esta forma de alergia não causa riso de vida.

O segundo tipo é de efeito imediato e é potencialmente a forma mais séria de reações alérgicas ao látex. Semelhantemente a outras formas comuns de alergia, esta reação ocorre nas pessoas que foram previamente expostas ao látex e se tornaram sensibilizadas. Com a re-exposição, sintomas tais como coceira, vermelhidão, inchaço, espirros e respiração ofegante podem ocorrer. Esta severa reação alérgica é chamada de anafilaxia, e é caracterizada por sintomas tais como choque, fortes problemas respiratórios ou perda da pressão sanguínea. Se não tratada imediatamente, pode ser fatal.

A severidade da reação instantânea depende do grau de sensibilidade da pessoa e da quantidade de alérgenos do látex a que a pessoa é exposta. O maior perigo de reações severas ocorre quando o látex tem contato com áreas úmidas do corpo ou partes internas durante uma cirurgia, quando o alergeno é mais rapidamente absorvido no organismo.

O látex pode também pode ser transportado no ar e causar sintomas respiratórios. Por exemplo, as proteínas do látex podem aderir ao talco de amido de milho usado em alguns tipos de luvas de látex. Partículas deste talco contaminado pelo alérgeno do látex são liberadas no ar e inaladas ou entrar em contato com o nariz ou os olhos e desencadear reações. Análise do ar em UTIs e salas de cirurgia revelam concentrações elevadas deste pó alergênico. O uso de luvas de látex não-talcadas ou luvas sintéticas (vinil, nitrila), mesmo que talcadas, reduzem o risco destas reações. A capacidade de produtos de látex causar reações alérgicas – especialmente luvas – varia substancialmente de uma marca para outra ou entre os diversos lotes de produção.

Prevalência

Determinados grupos dos indivíduos que são expostos freqüentemente ao látex possuem elevado risco de desenvolver reações alérgicas imediatas. Os indivíduos com “espinha bífida” (um problema congênito no desenvolvimento da coluna) e aqueles com problemas congênitos no trato urinário que necessitam cirurgias múltiplas apresentam um risco de quase 50%. Profissionais da área de saúde e outros cujos trabalhos requerem o uso de luvas de látex ou com atividades próximas delas têm um risco de aproximadamente 10%. Outros que apresentam risco elevado são aqueles que foram submetidos a muitos procedimentos médicos e cirúrgicos, tendo sido repetidamente expostos às luvas do látex. Os trabalhadores da indústria de borracha também possuem risco elevado. Mesmo em adultos normais, o risco de sensibilização ao látex pode chegar a 6%.

As pessoas com alergia ao látex podem também sofrer reações alérgicas a certos alimentos que contêm algumas das mesmas proteínas alergênicas encontradas no látex. Esta reação, denominada reatividade cruzada, pode ser provocado por bananas, abacates, kiwi e castanhas européias.

Avaliação e tratamento

A primeira etapa no tratamento da alergia ao látex é se conscientizar do problema. Visite seu alergista/imunologista se você acha que tem sintomas de alergia ao látex. Depois de obter um exame histórico detalhado e o ter examinado, o seu médico decidirá se testes de diagnóstico adicionais são necessários. Se for determinado que você tem alergia ao látex, deverá evitar tanto quanto possível o contato com os produtos de borracha de látex natural. Informe sobre a sua alergia a sua família, pessoas de sua relação, profissionais de saúde, empregados, escola, etc. Discuta com seu médico se você deve portar um bracelete ou outra etiqueta especial para notificar outros quanto a sua alergia. Seu médico determinará também se você deve carregar uma seringa especial de adrenalina injetável (epinephrine) para um socorro de emergência para o caso de uma reação alérgica severa.

Caso você tenha alergia ao látex e precisar usar luvas ou ter contato com pessoas que usam luvas, existem diversas opções. As luvas sintéticas (vinil ou nitrila), pouco mais dispendiosas, são quase tão boas quanto as de látex para a maioria das situações, inclusive cirurgias. Para pessoas com dermatite de contato ao látex, as luvas do látex feitas sem produtos químicos adicionais eventualmente podem ser usadas sem problemas.

Se você tiver sintomas significativos de alergia respiratória devido a partículas de látex, será necessário evitar as áreas onde as luvas talcadas são usadas freqüentemente. Idealmente, em todas os locais onde luvas de látex são usadas muito freqüentemente, elas deveriam ser do tipo não-talcadas para evitar reações alérgicas. Preservativos (camisinhas) de látex podem também apresentar um grande problema para algumas pessoas. Uma opção é o preservativo feito com pele natural. Este tipo, apesar de evitar gravidez, não protege de vírus como o HIV ou algumas outras doenças sexualmente transmissíveis. Existem também preservativos de materiais sintéticos indicados tanto para prevenir a gravidez e proteger contra estas doenças.

Atualmente os fabricantes estão desenvolvendo produtos de látex contendo menos alergênicos desta substância. Quando estes produtos estiverem disponíveis, o risco das reações alérgicas nas pessoas já sensibilizadas ou que vierem a desenvolver esta alergia irá diminuir.

Seu alergista/imunologista poderá fornecer mais informação sobre alergia ao látex.

medico



37 comentários sobre “Alergia ao Látex

  1. sou alergica ao latex e latex frutos,tive um principio de choque anafilatico quando ingeri uma banana,sou alergica a :tomate,banana,kiwi,abacate,castanha,abacai,pimentao, fruta só como maça,,, gostaria muito de fazer um tratamento no hospital das clinicas,,em sp,,,sei que nao tem cura,mais ao menos pra amenizar a alergia ao latex que se encontra num grau tao avançado,,,

      1. Em 2009 tive 8 edemas de glote , fiquei louca até descobrir o que tinha ingerido. Sabia que isto acontecia comigo quando comia algo com camarão ou azeite de dendê. Apos vários testes descobri que o que desencadeava isto era “aipim”, eu amo isto, comi a vida toda, de todos os modos possíveis, como ia imaginar que o meu aipim ia me deixar daquele modo. Consegui fazer um teste no HSE e foi diagnosticado: alergia ao látex combinado, que são : aipim, banana. kiwi, mamão, berinjela, e maxixe.
        Hoje estou bem, mas aboli da minha alimentação estes produtos. Que pena! porque eu gosto muito.

          1. não existe teste para diagnosticar que o aipim dá algum tipo de reação, então um anjo na minha vida chamada Dra Laira, macerou o aipim e injetou o liquido em minha pele, e na hora começou a reação alergica, depois deste dia nunca mais comi aipim e banana que eu adoro.

  2. Meu filho de 5 anos apresentou alergias, mas a que mais me preocupa é que o pé dele tem rachaduras nos dedoes, o médico disse que é de borracha, ele não pode calçar sandálias e chinelos de borracha. gostaria de saber, se existe cura….ele é criança e chora quando os pés coçam e começam a rachar.

  3. Eu tenho uma filha de 7 anos de idade e ela tem ressecamento nos pés que chegam a rachar e sangrar e não tem coceira é so o ressecamento eu não sei o que fazer eu já levei ao médico mais os remédios não estão dando jeito aí eu comprei um creme por nome ureadin é o que amenizou um pouco.

    1. Boa Tarde!

      Sra. Andrea,
      Infelizmente, por questões ético-profissionais estamos impedidos de opinar clinicamente – recomendamos sempre a procura de um profissional de sua confiança.
      Gostaríamos de convidá-la a conhecer nossa loja virtual especializada em pessoas alérgicas: http://www.alergohouse.com.br
      Atenciosamente, Alergo House

    1. Boa Tarde!
      Sra. Elisangela,
      Infelizmente, por questões ético-profissionais estamos impedidos de opinar clinicamente – recomendamos sempre a procura de um profissional de sua confiança.
      Gostaríamos de convidá-lo a conhecer nossa loja virtual especializada em pessoas alérgicas: http://www.alergohouse.com.br
      Atenciosamente, Alergo House.

  4. BOM DIA, SOU ALÉRGICA AO LÁTEX
    EXAME FEITO NO CLEMENTINO FRAGA
    MEU TESTE E 4.87 KU/L
    ESTOU TENDO MUITAS CRISE NÃO SEI MAIS O QUE FAZER GOSTARIA DE AJUDA.

    1. Bom dia!

      Sra. Regina de Souza,

      Infelizmente, por questões ético-profissionais estamos impedidos de opinar clinicamente – recomendamos sempre a procura de um profissional de sua confiança.

      Gostaríamos de convidá-la a conhecer nossa loja virtual especializada em pessoas alérgicas: http://www.alergohouse.com.br

      Atenciosamente, Alergo House

  5. Preciso tirar uma dúvida. Uso mega hair o latex usado é latex real? Sera que ele contém borracha, descobri que tenho alergia a borracha…to preocupada.

    1. Marcelly boa tarde, também estou com o mesmo problema. Gostaria de saber se você encontrou alguma solução, também uso mega e sou alérgica ao látex. Obrigada

  6. BOA TARDE! SAI DO TRABALHO POIS ESTAVA IMPOSSÍVEL CONVIVER COM AS BORRACHAS. TENHO TOMADO ALEGRA 180 TODOS OS DIAS MAS TENHO CRISES. DIGA-ME DIZER O QUER FAZER.

    1. Boa Tarde!
      Prezada,
      Infelizmente, por questões ético-profissionais estamos impedidos de opinar clinicamente – recomendamos sempre a procura de um profissional de sua confiança.
      Gostaríamos de convidá-la a conhecer nossa loja virtual especializada em pessoas alérgicas: http://www.alergohouse.com.br

      Atenciosamente, Alergo House

  7. Se voces são alergicas, qualquer tipo de látex pode dar alergia, comigo é tão complicado que até de eu pegar aqueles elasticos amarelos, já fico com alergia e podendo me dar edema de glote.

  8. Eu também tenho alergia ao látex e me exponho todos os dias, pois sou instrumentadora cirúrgica, gostei muito desta descoberta, vou tentar usar a luva de vinil.

  9. Descobri recentemente que sou alérgica a proteína do látex em grau 5. Gostaria que me informassem onde existem centros cirúrgicos látex free no Brasil.
    Agradeço desde já,
    Ana Flávia Vieira

  10. Então, fiz um exame de sangue chamado IgE específico para látex. Fiquei super interessada nesse teste da mandioca. Seria para mim um castigo me privar desse saboroso alimento. Não é fácil não.

  11. Boa tarde, a minha filha tem dermatite atópica e ela usava chinelo de dedo (tipo Havaianas), e começou aparecer ferimentos entre os dedos e foi subindo para tornozelos e pernas, em fim levei ela para alergo e a médica disse que ela não podia usar este chinelo, ela tem 2 anos, gostaria de saber se existe algum tipo de chinelo ou sandália que ela pudesse usar.

    1. Prezada Sra Ana Paula,

      Sugerimos seguir a orientação do seu médico. Seria interessante saber qual o produto do chinelo que está desencadeando a alergia e passar a usar calçados sem este produto.

  12. Ola! gostei muito dessa varias informações, pois a pouco tempo descobri tbm que tenho alergia a latex e esta sendo muito difícil conviver com isso e parece que nao tem remedio né, e evitar o maximo dessas coisas, para mim ta dificil encontrar um calcado que nao me de alergia eu mande fazer um chinelo de sola de couro mas e um pouco pesado daí ta dando dor nas minha pernas, eu nao estou encontrando calcado para sair por exemplo sapato, sandalia, tudo tem espoja, sintetico, borracha etc.Ta dificil.a lguem tem uma dica de qual tipo de calcado eu comprar?

  13. Se alguém tiver algum caso semelhante, ou algum tratamento p sugerir, faça por favor!
    Desenvolvi um vermelhão q dói queima e coça, nos pés, após uso de uma sandália da Grendene, ficou a foto dela! Já fiz tratamento, passado por 04 médicos e tomando muito remédio, A melhora foi muito pouca! Ultimamente ñ posso + usar os creme indicados, pois ñ aguento a queimação!

  14. Li os relatos e tenho uma filha de 8 anos também alérgica ao látex!! Estou aprendendo muito sobre isso com o grupo no Facebook SLA -SÍNDROME LÁTEX ALIMENTOS.. Curtam essa página e acompanhem as publicações a respeito da alergia ao látex

  15. tenho alergia ao látex, desde camisinha, balão, luvas de latex…
    uma vez não conseguia nem respirar direito e meu rosto inchou tudo agora são mais as mãos
    não posso usar as luvas pk minhas mãos coçam muito forma bolhas de água, resseca e racha
    tem alguma luva que dê pra mim utilizar? pois eu vou trabalhar de manicure e precisa usar luvas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *